Falar de tecidos é falar sobre história, toque, textura e versatilidade. Sobretudo, porque uma das características mais poéticas dessa matéria-prima está na sua desenvoltura, expressa nos mais diversos acessórios, como cortinas, biombos, travesseiros e estampas.

A branco.casa valoriza  o “sentir”, acredita que é algo que deve ser experienciado. Por esse motivo, confira agora as principais propriedades dos nossos tecidos e sinta os novos ares que podem fazer parte da sua decoração.

é hora de colocar a mão no tecido…

Qual cortina escolher? Será que existe algum tecido de manutenção mais fácil? E a base? Qual é certa?

Para quem decidiu renovar a décor com a ajuda dos tecidos, é provável que este primeiro momento seja aquele em que as dúvidas começam aparecer… Acertamos?

então, vamos lá...

A escolha certa vai depender se a matéria-prima está em harmonia com a sua aplicação. Uma ótima forma de saber isso é conferindo os princípios dos tecidos básicos.

Comece pelos mais usados em interiores e que estão presentes no catálogo de opções da branco.casa.

branco. 100% linho

características: a textura do linho é formada por processos guiados pelo tempo. O elemento necessário para sua confecção é o caule, extraído da planta que recebe o mesmo nome e demora aproximadamente 100 dias até crescer. Isso faz com que esse tecido esteja dentro do segmento de tecidos naturais, uma vez que a sua origem é vegetal.

Após a colheita, o linho precisa de mais um mês para o procedimento de secagem. Boa parte das etapas são realizadas manualmente, o que faz do tecido uma verdadeira união de essências orgânicas e artesanais.

Outra característica importante do linho é sua boa durabilidade, mas desde que não esteja em contato direto com o sol. As tramas também podem ser variadas, as mais leves, por exemplo, são as indicadas para as cortinas.

Em relação à textura, o toque natural do linho está no seu aspecto amassado, garantindo um efeito rústico e artesanal para décor em almofadas, duvet, cortinas, sofá e travesseiros.

Agora para quem prefere um superfície mais lisa, porém não quer descartar o linho, o do tipo alvejado é o indicado, pois possui um aspecto mais chapado e sem ranhuras.

branco. 100% algodão

características: o algodão é uma fibra subtropical presente na vegetação das mais variadas regiões do mundo, como África, Ásia e América. Para o meio ambiente, sua origem natural resulta em um descarte mais sustentável.

Já para a decoração, aspectos como a fácil circulação de ar, resistência a fungos e bactérias, fazem desse tecido a escolha número em estampas para acessórios pessoais e na composição do ambiente, como capas de almofadas, travesseiros e duvets.

O algodão é conhecido também pela maciez, leveza e suavidade do seu toque. Ou seja, é um tecido que valoriza a experiência, abraça e quer ser abraçado tanto por você quanto pela décor.

Outro atrativo é que o algodão também não produz pilling, que nada mais são do que bolinhas que comprometem a aparência do tecido.

branco. 100% viscose

características: a viscose é uma fibra artificial, mas com uma envolvente beleza natural, que pode ser originada da fibra da celulose. É encontrada nos cavacos de árvores, com pouca resina, no línter, presente na semente de algodão e outras fontes.

Mesmo que a origem da viscose venha de uma matéria natural, a sua extração depende de um processo químico, colocando essa opção dentro da gama de fibras artificiais.

Sua elasticidade é superior à das fibras naturais, além de ser muito similar a seda, mas com um custo, consideravelmente, menor.  

A fluidez da viscose é a característica que a diferencia dos tecidos anteriores, pois garante um toque mais maleável e flexível.  Na mesma proporção em que amassa com facilidade, ela pode também ser passada e recuperar o seu aspecto liso sem dificuldade.

Na decoração, a identidade mais romântica desse tecido é muito utilizada para revestir acessórios para o quarto, como travesseiros. E para a sala, como cortinas e almofadas.

branco. tecidos Compostos: sintético + natural

características: unir o útil ao agradável é uma ótima premissa para descrever os tecidos compostos. Como o próprio nome indica, esses tecidos são feitos pela combinação de fibras naturais e sintéticas.

Os atrativos são definidos pela alta durabilidade, por serem similares aos tecidos naturais, garantindo assim um aspecto incrível  à decor, pelo brilho, versatilidade e difícil desbotamento.

Ao unirem o melhor do sintético e do natural, os tecidos compostos trazem consigo resistência, durabilidade, conforto e leveza.

Hoje em dia, essa opções estão também entre as mais usadas na decoração, fazendo assim com suas estampas sejam elementos decisivos na hora de expressar beleza e praticidade.

Linho com poliéster? Algodão com pet?  Os tecidos compostos reúnem a combinação certa, para que sua combinação também seja!

Gostou dos tecidos utilizados pela branco.casa? Confira também em nosso site outras opções para decorar com os tecidos certos.